Perguntas frequentes

Dúvidas frequentes, podemos ajudar?

O Cognitivo oferece o Curso de Especialização em Psicoterapia Cognitivo-Comportamental em parceria com Instituições renomadas. O curso apresenta Certificação pelo MEC. Ao longo da sua atuação o Cognitivo já formou mais de 30 turmas de Especialistas em todo o Brasil;

A Certificação MEC e válida para Concursos Públicos e para todas as demais situações de avaliação curricular, como ingresso em Mestrado e Doutorado. Também é válida para o profissional se apresentar como Especialista perante seus clientes e na divulgação do seu trabalho.
Nas cidades de Santa Maria/RS, Porto Alegre/RS e Florianópolis/SC o Cognitivo dispõe de sede própria, onde são realizadas as aulas. Nas demais sedes as aulas ocorrem em hotéis ou outras instituições de ensino. As aulas são sempre acompanhadas por um Monitor, além do Professor Ministrante;

O Cognitivo possui uma Gerência Administrativa, um Setor Administrativo, um Setor Financeiro e uma Coordenação Técnica para atender os alunos via e-mail ou telefone. O aluno recebe todos esses contatos ao iniciar o curso, além do acesso a Plataforma Acadêmica da Instituição, onde pode baixar Materiais de Aula, verificar suas presenças e suas notas, assistir Videoaulas Complementares e ter acesso à Biblioteca Virtual.
A TCC é a abordagem que mais cresce atualmente em nível mundial, sendo aplicada para muitas outras situações além do atendimento de pacientes individuais;

A TCC pode ser aplicada para o atendimento de casais, famílias, crianças, no ambiente de trabalho (organizacional), no ambiente hospitalar, no ambiente escolar, entre outros. Para todas essas aplicações existe literatura disponível e o curso proporciona o aprendizado dos modelos cognitivos, fundamentais para essas aplicações.
O aprimoramento é um recurso fundamental para se diferenciar no mercado, cada vez mais saturado de profissionais. Ampliar a segurança e o conhecimento para realização um atendimento clínico de qualidade são os principais objetivos dos cursos Cognitivo. O treinamento dos métodos mais eficazes, atuais e éticos para a efetividade da psicoterapia é necessidade básica do profissional que busca oportunidades;

Somente um curso estruturado e específico pode aprofundar e ampliar o que foi visto na graduação;

Ex-alunos do Cognitivo são hoje bem sucedidos terapeutas, professores, pesquisadores e ocupam posição de destaque em publicações e eventos científicos. Os currículos lattes de muitos terapeutas cognitivos reconhecidos incluem cursos do Cognitivo.
O Cognitivo tem um corpo docente de alta qualidade, onde todos os professores tem um alto grau de conhecimento, no mesmo nível da aula inaugural;

O Cognitivo é uma instituição de larga experiência e reconhecimento na formação de Terapeutas Cognitivos, ocupando lugar de destaque como a maior instituição formadora de terapeutas cognitivos do país. Isso se reflete na valorização do currículo dos seus alunos no mercado e na segurança na hora de aplicar a terapia cognitivo-comportamental;

O Cognitivo cumpre o que promete, pois as turmas de fato acontecem e as aulas e os diferenciais propostos são oferecidos aos alunos;

O investimento nos cursos Cognitivo significa segurança e competência do profissional no exercício da psicoterapia.
Os Cursos do Cognitivo são referência em qualidade em aspectos técnicos, estruturais e de organização;

O Corpo Docente do Cognitivo é o mais completo e abrangente, onde os professores de fato ministram as aulas a que se propõem e cumprem as metas de ensino estabelecidas. O nome e currículo de todos os professores estão permanentemente disponíveis no site para consultas;

O Cognitivo oferece uma biblioteca virtual para o aluno acessar com mais de 1.000 publicações divididas por assuntos, além de videoaulas complementares que podem ser acessadas no site a qualquer momento para esclarecer dúvidas ou ampliar o conhecimento;

O Cognitivo tem um histórico de décadas de atividade clínica e acadêmica bem sucedida, por isso oferece segurança ao aluno e, principalmente, cumpre o que promete, com valores adequados a realidade dos serviços oferecidos.
Os Cursos de Especialização e Formação são oferecidos para Psicólogos, Formandos em Psicologia e Médicos;
 
As turmas são formadas por Psicólogos e Psiquiatras com vários níveis de conhecimento de terapia cognitiva, desde os que não tiveram contato com a abordagem até aqueles que já acumularam alguma experiência. Os três primeiros blocos temáticos servem justamente para nivelar o conhecimento da turma;
 
A variação no nível de conhecimento e no tempo de atuação propicia um ótimo ambiente para troca de experiências e aprendizado conjunto.
O fato de trabalhar com a linha psicanalítica não é um impedimento para conhecer a terapia cognitiva. Vários alunos do Cognitivo tem formação analítica anterior;
 
O conhecimento da terapia cognitiva amplia o alcance e o arsenal de técnicas do terapeuta, trazendo maiores resultados para uma gama mais ampla de pacientes;
 
O curso inicia com blocos introdutórios e o conteúdo é apresentado de forma didática e gradual para que mesmo aqueles profissionais que nunca tiveram contato com a TCC possam acompanhar as aulas e aprender.

 
O Curso de Formação NÃO requer a elaboração de monografia, NÃO requer a obrigatoriedade de supervisão em todas as aulas, NÃO inclui temas como Metodologia do Trabalho Científico e Ensino Superior que são obrigatórias nos cursos de Especialização;
 
É um curso em que a Instituição tem total autonomia para elaborar de acordo com o que considera mais importante e atual para os alunos aprenderem. Os temas são objetivos e direcionados para a parte prática, ou seja, aprender a terapia cognitiva para atender pacientes, sem os componentes de pesquisa ou outros assuntos não relacionados ao atendimento;
 
Ideal para quem deseja otimizar o seu tempo de aprendizado e aplicar esse conhecimento no consultório ou outra atividade profissional.                       
A inscrição antecipada garante a vaga para a turma. Muitas pessoas tem o hábito de buscar a inscrição na última hora e correm o risco da turma já estar fechada;
 
A inscrição antecipada permite com que o aluno organize sua agenda com antecedência e faça os planejamentos necessários para o curso, evitando estresses ao longo do ano;
 
Inscrições antecipadas envolvem valores promocionais.
O Curso é oferecido somente no seu conjunto. Não são permitidas inscrições  para aulas separadas. O conteúdo seria assistido fora de contexto e comprometeria o aprendizado;
 
Da mesma forma, os alunos matriculados no curso teriam entrada e saída de colegas em todos os blocos e isso comprometeria o ambiente acadêmico e a qualidade do curso.
Nas cidades de Porto Alegre/RS, Santa Maria/RS e Florianópolis/SC o Cognitivo possui sede própria e realiza seus cursos nas salas de aula da própria instituição;
 
Nas demais localidades os cursos são realizados em auditórios de hotéis ou em outras instituições de ensino, sempre priorizando a localização mais adequada e o ambiente propício para o aprendizado.
O Calendário acadêmico é enviado com antecedência para que o aluno possa planejar a sua agenda sem problemas e assistir a todas as aulas;
 
Feriadões (que incluem feriados nacionais, estaduais e municipais que caem próximos ao final de semana)  são excluídos do calendário de aulas;
 
Congressos e Jornadas de Terapia Cognitiva (eventos de terapia cognitiva de nível nacional e internacional que ocorrem todos em finais de semana) também são datas excluídas.  Os professores do Cognitivo comparecem a esses eventos para apresentar palestras e conferências e para atualização, por isso não há marcação de aula nessas datas;
 
Férias universitárias ocorrem em julho e de dezembro a fevereiro. A maioria dos docentes do Cognitivo são professores universitários, logo o Cognitivo segue a mesma distribuição de datas das universidades.

 
Muitos alunos do Cognitivo  são também Terapeutas, Professores ou fazem Mestrado ou Doutorado em paralelo com a Especialização, por isso precisam organizar sua agenda pessoal para compatibilizá-la com o curso. Isso em geral ocorre no mês de março, ao final do período de férias. Os cursos Cognitivo iniciam a partir de abril ou maio para que todos os interessados possam ter a oportunidade de fazer sua matrícula e não perder aulas importantes;
 
No segundo ano letivo todos os alunos já estão adaptados as aulas aos finais de semana, por isso o curso em geral inicia no mês de março ou primeira semana de abril. 
Nesse caso o aluno pode encaminhar um pedido de recuperação da aula para a Direção do curso, justificando a sua ausência. O aluno poderá então assistir a aula que não compareceu em uma turma de qualquer unidade do Cognitivo no Brasil, de acordo com o calendário da referida turma, sem custo adicional nas mensalidades;
 
§Caso o aluno deseje recuperar a aula na sua própria cidade, poderá fazê-lo no ano seguinte, desde que tenha sido aberta uma nova turma do mesmo curso;
 
O índice de aulas assistidas na sua própria turma para aprovação e certificação é de 75%.
O calendário do segundo ano do curso geralmente é enviado nos meses de novembro ou dezembro do primeiro ano, contendo todas as datas. O segundo ano letivo inicia no mês de março ou primeira quinzena de abril;
 
Raramente ocorre mudança de datas no calendário. São situações excepcionais e que envolvem o interesse da coletividade, como por exemplo a marcação de um congresso importante sobre terapia cognitiva em data que coincide com o curso. A Direção zela pela não alteração de datas previamente combinadas.
Aulas aos domingos apresentam uma quebra importante da qualidade, por isso não são utilizadas nos cursos do Cognitivo.  O rendimento dos alunos e do próprio professor é comprometido, fazendo com que o tempo de aula não seja aproveitado adequadamente;
 
Muitos professores do padrão Cognitivo não se dispõem a ministrar aulas aos domingos, portanto o corpo docente poderia sofrer uma queda na qualidade.
A chamada é feita a cada turno, portanto um atraso não incorre na perda da presença em todo o período de aula;
 
No caso de atraso ou chegada logo após a realização da chamada, o aluno poderá conversar diretamente com o professor para obter a presença correspondente a sua permanência em sala de aula.
Os Professores do Cognitivo são profissionais oriundos de vários estados do país,  conhecedores e praticantes da Terapia Cognitivo-Comportamental no dia-a-dia dos seus consultórios. Possuem capacidade para transmissão de conhecimentos, além de titulação acadêmica;
 
Publicações em revistas científicas e livros, apresentações em Jornadas e Congressos e atualização sobre temas relevantes da terapia cognitiva são outros atributos fundamentais para os integrantes do Corpo Docente do Cognitivo, mesclando juventude e experiência;
 
A qualidade do Corpo Docente é um dos pilares da transformação do Cognitivo na maior Instituição formadora de terapeutas cognitivos do país;
 
O currículo de todos os professores está disponível no site.

 
O Cognitivo divide os cursos em Blocos Temáticos. Cada Bloco Temático aborda um assunto específico e importante para a prática da Terapia Cognitivo-Comportamental;
 
Os professores são escolhidos de acordo com sua experiência e domínio de cada temática trabalhada no curso. Para cada Bloco Temático o Cognitivo dispõe de um grupo de Professores em seu Corpo Docente;
 
O Professor é escolhido de acordo com o tema a ser ministrado, sua disponibilidade de agenda para deslocamento até o local da aula e seu histórico de avaliações de desempenho feitas pelos próprios alunos em aulas anteriores. Ao final de cada aula os alunos preenchem um formulário de avaliação do bloco temático, que inclui o desempenho do professor em vários aspectos.
O aluno é informado sobre qual professor irá ministrar cada bloco no momento em que baixa o material (slides) disponibilizado pelo professor para o acompanhamento da aula;
 
O Cognitivo busca um equilíbrio entre professores de diferentes gerações ministrando aulas para as turmas, visando uma maior atualização e diversidade de métodos;
 
O Cognitivo possui mais de um professor para cada tema do curso para garantir que todas as aulas sejam ministradas nas datas marcadas e para que tudo o que foi divulgado seja realmente cumprido;
 
O amplo Corpo Docente faz com que a Coordenação Técnica tenha mais opções de escolha de acordo com as agendas dos professores e com o resultado das avaliações que os professores obtiveram dos alunos em turmas anteriores. São esses fatores que irão determinar a escolha da Direção sobre quais professores irão ministrar aula para cada turma.
Nos Cursos de Especialização é reservado um horário para supervisão de casos clínicos em todos os Blocos Temáticos;
 
O curso disponibiliza um modelo de apresentação de caso para o aluno preencher de acordo com o seu atendimento e apresentar para o supervisor e para os colegas afim de ser discutido no grande grupo;
 
O paciente cujo caso é apresentado tem seus dados pessoais preservados e deve assinar um Termo de Consentimento fornecido pelo Curso. São respeitadas todas normas éticas cabíveis;
 
No primeiro ano do curso a apresentação é voluntária. No segundo ano todos os alunos devem apresentar pelo menos um caso. 
O aluno que não tem consultório e não atende pacientes tem todo o primeiro ano do curso para buscar pelo menos um atendimento e apresentar ao longo do segundo ano;
 
Se o aluno tiver interesse em atender voluntariamente em uma Instituição de sua cidade para ser supervisionado no Curso, o Cognitivo fornece todas as informações necessárias para a referida Instituição que facilitem a permissão do aluno para realizar os atendimentos.
O Supervisor é o Professor que está ministrando o Bloco Temático no dia;
 
Em cada aula haverá supervisão com um professor diferente e o aluno terá acesso a vários estilos de supervisão de atendimento, ampliando seus horizontes de aprendizado. O aluno terá mais chances de se identificar com o estilo de atendimento de um professor, bem como observar características de diferentes supervisores;
 
 
O aprendizado é significativo tanto para o aluno voluntário que apresenta o caso quanto para os alunos que assistem a supervisão.
A supervisão de casos nos Cursos de Formação não é obrigatória. Ao longos das aulas os alunos que tiverem interesse podem tirar dúvidas sobre atendimentos, desde que com a autorização por escrito do paciente e de acordo com as normas éticas;
 
É oferecida a oportunidade de supervisão de caso aos alunos interessados em apresentar, seguindo um modelo de supervisão oferecido pelo curso.
Os alunos tem acesso a materiais apresentados pelos professores em sala de aula. Esses materiais são disponibilizados nos dias que antecedem a aula e o aluno pode baixá-los ou imprimi-los diretamente da Plataforma Acadêmica do Cognitivo que é acessada pelo nosso site;
 
O material corresponde a slides apresentados pelo professor na aula. Indicações de livros ou artigos são feitas pelo próprio professor durante a aula;
 
Para ter acesso ao material o aluno recebe uma senha pessoal que é fornecida pelo setor administrativo antes do início do curso.

 
Ao final de todas as aulas os alunos preenchem de forma anônima uma ficha de avaliação objetiva relacionada a aula, ao desempenho do professor, ao andamento da supervisão, ao cumprimento de horários, ao nível de satisfação com a Instituição e ao grau de motivação do próprio aluno diante do curso. Esses resultados são enviados pelo monitor ao Setor Administrativo, computados com os demais resultados de todas as turmas e analisados em conjunto pela coordenação técnica. Os resultados das avaliações influenciam na indicação de Professores e em todas as condutas da Instituição;
 
Questões individuais e subjetivas podem ser encaminhadas diretamente para o Setor Administrativo, sempre disponível para atender a essas demandas por e-mail ou telefone;
 
Existem ainda Setores Internos de Controle de Qualidade.
A Monografia (ou Trabalho de Conclusão de Curso) é realizada pelos alunos dos Cursos de Especialização reconhecidos pelo MEC. Nos cursos de Formação e Aperfeiçoamento não há realização de monografia;
 
A Monografia é realizada no segundo ano do curso, ao longo do semestre final. O Cognitivo fornece ao aluno um Manual onde constam todos os dados para a elaboração com exemplos, além da forma como a monografia deve ser estruturada. Também disponibiliza a Central de Orientação de Monografias, onde um professor está disponível para esclarecer dúvidas de orientação;
 
Por tratar-se de um curso voltado para a clinica e não para a pesquisa, a monografia é de execução simples, sendo sugerida a revisão de literatura sobre um tema de relevância para a terapia cognitiva e de interesse do aluno.
Após a conclusão do curso de Especialização o aluno tem dois anos para entregar a versão final da monografia para ter direito ao Certificado de Especialista.
Existe a opção do Trancamento de Matrícula previsto em contrato. O aluno faz a solicitação para a Direção e pode interromper o Curso e o pagamento das mensalidades restantes, tendo prazo de dois anos para retornar e concluir o curso.
As Psicoterapias de 3ª. Onda são um tema extremamente atual no campo das Terapias Cognitivas. O Cognitivo sempre inclui em seus cursos temas considerados atuais, convidando professores que estudam esses temas para ministrarem aulas especiais;
 
Além das Psicoterapia de 3ª. Onda, outros temas considerados atuais e relevantes são incluídos na carga horária dos cursos de Especialização e Formação.
As técnicas cognitivas para crianças, adolescentes e para o manejo dos pais são aplicadas de forma muito diferente daquela direcionada aos adultos. Os diagnósticos e modelos cognitivos também são obtidos por meios específicos nessas populações. O curso enfoca as particularidades do atendimento de criança de forma objetiva e direcionada à prática;
 
Os principais transtornos que acometem crianças e pais são abordados durante o curso de forma didática e sequencial;
 
Exemplos de casos ilustram o conteúdo apresentado;
 
Aulas introdutórias permitem que alunos sem especialização em TCC possam realizar o curso com total aproveitamento.